Praganas - a semente do mal, a praga para os animais (e donos)

Está na altura de começar a vir calor, das ervas secas, dos dias maiores e dos grandes passeios.
Está na altura de ter cuidados redobrados com as praganas.
Fonte

Mas o que é isso?
As praganas são sementes de cereais ou ervas em formato de espiga. O formato destas sementes tem como objetivo agarrar-se ao pêlo dos animais que passam para as levarem mais longe e poderem dar início a uma nova planta.


Fonte
Isso é perigoso porque além de se agarrarem ao pêlo, podem enterrar-se demasiado, fixando-se na pele do animal, criando feridas. Isto também pode acontecer nas narinas, olhos ou orelhas. O resultado são abcessos, infeções, otites (com possível ruptura do tímpano) e lesões oculares como úlceras.

Depois de todos os passeios, devemos inspecionar cuidadosamente o nosso animal, para verificar a presença ou não das praganas e ainda de carraças e outros parasitas.
Fonte

Se inspeccionarmos e mesmo assim, nos escapar, Os Patudos dizem-nos como podemos desconfiar que eles têm esta semente do mal alojada:

  • lambemos ou coçamos uma zona com insistência
  • abanamos a cabeça
  • esfregamos ou não conseguimos abrir o olho
  • temos corrimento ocular
  • espirramos sem parar
  • temos sangue nas narinas
  • temos feridas
  • coxeamos
Para os ajudar, para retirar praganas podemos escovar ou puxar cuidadosamente com os dedos. No entanto, pode ser necessário levar Os Patudos ao médico veterinário, dependendo da localização e profundidade. Ás vezes, mais vale não arriscar! A saúde deles primeiro! Até pode ser necessário sedar e limpar cirurgicamente.

Fonte


O melhor remédio continua a ser prevenir evitando passear em zonas onde existam estas plantas com espigas que largam praganas. E novamente, inspecionar todo o corpo, sem exceção dos orgãos sexuais, olhos, orelhas, e entre os dedos das patas.
Fonte

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Respondo sempre por baixo do teu comentário.