Recusa o plástico! - The Bam&Boo

Toda a gente sabe que o plástico é uma praga. Desde a pergunta no supermercado "vai desejar saco?" até ao saco que vai com laranjas, com roupa, com isto e aquilo para ali e para acolá; até ás cotonetes pela sanita. Toda a gente usa, toda a gente "precisa" mas ninguém dá valor nem quer saber onde realmente vai parar.

Eu digo-te hoje:

  • Aquele saco que disseste que querias no supermercado, foi comido por uma tartaruga que o confundiu com uma alforreca. Resultado: a tartaruga morreu asfixiada
  • Aquela cotonete que mandaste pela sanita, foi parar ao nariz de tartarugas
  • Aquele saco de plástico que deixaste voar, foi parar ao pescoço de uma cegonha, enrolado
  • Aquele pacote de batatas fritas que atiraste da janela, foi só parar à barriga daquele peixe, que ias comer hoje ao jantar
Fonte

Queres mesmo que continue? Pensa nos teus atos. Eu posso ajudar-te a escolher por ti, pelos outros, pelo meio ambiente e pela Terra. Mas tens de dizer NÃO, tens de recusar o plástico!

Digo-te para começares por pequenas coisas, como as da publicação de hoje: cotonetes, escovas de dentes, fio dentário e palhinhas. Todas elas podes encontrar na loja online The Bam&Boo.





Ao usar estas cotonetes de bambu e algodão e outras cotonetes (as habituais e prejudicais de plástico) não se nota diferença nenhuma em termos de toque ou textura. Ambas limpam como é suposto limparem (atenção a como deves utilizar as cotonetes) mas estas são muito melhores para o meio ambiente porque não são de plástico, obviamente.
Não demoram milhões de anos a degradar-se e se forem parar ao mar (tenta não as mandar pela sanita) não são tão prejudiciais aos seres aquáticos e a nós próprios (não te esqueças que a vida é um ciclo; o que mandas fora hoje podes estar a comer amanhã - microplásticos) pois são 100% biodegradáveis. O ideal é que as mandes para o lixo, elas são zero desperdício (incluindo a embalagem de cartão) e vegan.  As pontas são de algodão, a haste em bambu natural, a caixa de papel. São 100 unidades boas! O preço? 2.90 cada 100 unidades.

Esta não é a minha primeira experiência com escovas de dentes em bambu, naturalmente antibacterianas. As primeiras foram as da Babu que apesar de serem boas, por vezes sentia que a limpeza não era suficiente e que precisava de utilizar o fio dentário sempre (por notar-se claramente comida entre os dentes que a escova não removia). Com estas escovas já não sinto isso porque as cerdas delas têm várias alturas/tamanhos, não são todas alinhadas, e por isso conseguem escovar melhor a ranhura entre os dentes. Continuo a usar fio dentário, claro mas não é com a frequência anterior. Costumo utilizar à noite apenas. Além disso, a sensação de limpeza é muito melhor. Tirando as cerdas, as semelhanças são muitas mas a limpeza é notável.

Comparação de cerdas: à esquerda Babu, à direita The Bam&Boo Toothbrush

Estão disponíveis para criança (3 a 8 anos) e adulto sendo que o tamanho do cabo é diferente. As cores disponíveis são azul, verde, rosa, preto e natural sendo que para cerdas macias, todas as cores podem ser escolhidas no entanto, na opção de cerdas médicas, as cores são aleatórias (adulto apenas).



O formato é ondulado, como referi anteriormente, excepto na cor natural em que as cerdas são planas e pontiagudas (torna-se semelhante à Babu, portanto). As cerdas são de nylon 6 sem bpa, a embalagem de papel, e o saco de proteção em PLA biodegradável.
Este é um fio dentário muito diferente. Além de ser preto, vir num frasco fofo de vidro enrolado, ainda tem cheirinho a menta!

O importante é que seja amigo do ambiente, e é pois é 100% natural feito com fibra de carvão de bambu e cera de candelila. Não tem cera de abelha nem plásticos. É vegan e lixo zero. São 30 metros aromatizados com óleo de menta que podem dar, dependendo do usuário, entre 3 a 6 meses.



O frasco é prático para cortar, basta inserir o fio na ranhura. Ele é eficaz, remove os restos de comida, não se desfaz nem fica preso aos dentes. Gosto do aromatizado porque sentia que os fios dentários anteriores (inimigos do ambiente) cheiravam mal! Este produto respondeu na perfeição aos meus requisitos!
Encontra-o na The Bam&Boo

Por fim, mas não menos importante... até porque acho que as palhinhas devem ser das primeiras coisas a serem banidas do mundo, a seguir às cotonetes.... escrevo sobre as palhinhas em bambu com o escovilhão de limpeza.

Resultado de imagem para animais e plástico
Antes de mais, quero contar o episódio engraçado que me aconteceu. Ao usar uma das palhinhas reparei que ela não vinha totalmente aberta, algo impedia o fluxo de líquido de subir na sua totalidade. Creio que foi um pequeno erro de fabricação menos importante. Ao tentar desimpedir e abrir um pouco mais, utilizei o escovilhão e acabei por entortá-lo. Por isso é que nas fotografias, ele está pouco direito ehehe. Consegui abrir um pouco mais o orifício da palhinha, é verdade...

Em toda a utilização destas duas palhinhas em bambu, não notei que ficassem sujas ou com maus cheiros talvez porque segui sempre as recomendações de uso: lavar depois de usar com água corrente; ou chocalhar/abanar num recipiente com água morna e sabão.
Pelo sim, pelo não, utilizei sempre o escovilhão.


Estas palhinhas são de facto um máximo porque não poluem, não matam animais, não se colocam no nariz de tartarugas como as palhinhas de plástico que vão parar ao mar. Elas são completamente biodegradáveis, zero desperdício, vegan, laváveis e reutilizáveis. Ocupam pouco espaço por isso podem andar na mala para serem utilizadas em locais públicos. Nesse caso aconselho uma pequena bolsa.  
Encontras-as em The Bam&Boo

Além de todos estes produtos serem mais saudáveis para ti e para o ambiente, são giros, e podes fazer a subscrição deles (válido para escovas, fio dentário, cotonetes). Ou seja, podes escolher a opção de irem para tua casa com a frequência de tempo que desejares - desde 1 a 6 meses, dependente do produto - sem teres de estar constantemente a encomendar.

E não te esqueças: Diz não! Recusa o plástico!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Respondo sempre por baixo do teu comentário.