Óleo seco Monoï do Tahiti da Yves Rocher VS óleo de quinoa d'O Boticário

Hoje apresento-te um debate entre dois produtos: um cuja marca testa em animais ao vender na China e o outro que é sem crueldade animal.

O primeiro é um óleo seco com Monoï do Tahiti da Yves Rocher.
Fonte
Este óleo tem uma fragrância divinal e paradisíaca exótica. O facto de ser em spray, facilita a aplicação.
É de textura não oleosa de acabamento seco.
Próprio para usar em todo o corpo e cabelo.

Só mais valias até agora, é verdade! Este óleo de facto é muito bom! Absorve rapidamente, hidrata a pele, deixa um cheirinho delicioso MAS a Yves Rocher estraga tudo ao vender a sua marca na China onde os produtos são testados em animais por obrigação da lei.

Sendo assim, eu procurei por uma opção alternativa e encontrei estes óleos de quinoa da marca O Boticário.

Existem três versões:

Fonte


Cá em casa optámos pela versão com quinoa e argan que previne e cuida das estrias. Em comparação ao óleo da Yves Rocher, este é mais gorduroso. Todos eles não se tratam de óleos secos mas existe uma das versões (julgo que é a do meio apenas com quinoa) que é mais leve e tem um grau de absorção mais rápido comparado às restantes.
Fonte

Em relação ao cuidado das estrias, a sua aparência está muito melhor desde que usámos. Ele não se espalha tão bem quanto ao adversário da Yves Rocher mas hidrata mais. Sente-se a pele macia e suave durante o dia todo, ao contrário do óleo seco.

São óleos diferentes, logo por um ser óleo seco e o outro não mas considerámos que encontrámos um bom substituto. O óleo da marca O Boticário é melhor, é de tratamento de estrias para além de hidratação e além disso é sem crueldade animal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Respondo sempre por baixo do teu comentário.