Dama-da-noite

Finalmente, depois de mais de 3 meses, acabei este livro!
Vou-te contar o porquê. Quando a escritora me contactou a dizer que tinha imenso gosto em que eu lesse o livro dela (por eu ter lido e escrito sobre o de um amigo), eu não pude recusar! Depois disso, surgiu um período atarefado de trabalho. Fui tentado sempre ler algumas páginas mas devido ao cansaço, ou esquecia-me do que li, ou não me conseguia concentrar.

Chegou finalmente a altura, em que decidi começar de novo e ler. Li tudo, fui lendo... Cada vez que lia, o livro prendia-me na leitura e eu já só queria chegar ao fim...


No inicio, houve um parágrafo que me deixou confusa mas perdi o apontamento de qual e onde foi. Às vezes, a construção das falas também se torna confusa porque não tive a certeza de quem estava a falar e para quem. É preciso muita atenção para perceber e mesmo assim, às vezes escapa. Não são as falas importantes e isso acaba por ter baixo impacto.

Fiquei surpreendida em alguns momentos, não esperava este enredo! Não esperava de todo, este desfecho!

Senti que a "batalha final" foi muito demorada e prolongada. Um livro para ser bom, não precisa de ser enorme. Neste caso, querida Cátia, isto prejudicou-te porque, na minha opinião, alongaste em demasia esta batalha.

Fiquei sem perceber o que aconteceu a duas personagens (sem dar uma de spoiler, ao avô e a Nole) mas espero que seja assunto para o próximo livro pois estou muito curiosa sobre a Megan (também espero que o segundo volume se foque mais nela e em Adão e Eva, para além de Deus). Há tanto ainda por contar e eu estou tão curiosa. Diz-me lá, Cátia, quando sai o segundo?!
Fiquei muito presa a estas personagens!

4 comentários:

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Respondo sempre por baixo do teu comentário.