Numerologia e compatibilidades

O tema compatibilidades, é talvez aquele tema, que de mãos dadas com as previsões para o futuro seja aquele que mais curiosidade gera, e que é mais pedido.
Assim sendo, decidi para este post fazer uma versão muito básica e simples acerca das compatibilidades entre números.
Vou generalizar ao máximo, pois torna-se impossível em poucas palavras fazer algo muito composto, no entanto fica o post a titulo de curiosidade.

Vou usar como molde o número referente à personalidade, ou seja, ao dia de nascimento. Já conhecem o processo, números acima de 10 reduzem-se a 1 só dígito. (neste caso reduz-se o 11 e o 22 também) para evitar um post muito extenso.
Exemplo: 28/10/1 (2+8=10/1+0=1)
Ou pelo número de vida (ver aqui)


Advirto para o facto de este post ser bastante resumido.


Quando o 1 encontra com outro 1

Não é uma combinação fácil, já que como são muito iguais, tendem a cada um querer impor as suas vontades sobre o outro. Quando equilibrados poderão ajudar-se mutuamente no sentido da abertura de caminhos e inovação.

Quanto o 1 encontra com o 2

O 1 é líder por excelência, já o 2 tem em si a capacidade de colaborar. Quando equilibrados podem resultar muito bem, no que toca a trabalhar em equipas. Quando desequilibrados, o 1 pode tornar-se mais autoritário, levando o 2 a ser mais submisso.

Quando o 1 encontra com o 3

Sendo que o 1 é inovador e o 3 criativo, essa combinação de ambos pode resultar bem. Devem, porém, ter disciplina mútua para conseguir ir adiante. Quando desequilibrados poderão entrar em conflitos desnecessários, pois o 1, é mais autoritário e o 3 não aceita ordens, o que pode resultar em conflitos desnecessários.
Quando um 1 encontra com o 4

Pode resultar bem, já que o 1 é dinâmico e original, e tem capacidade para inovar, acaba por necessitar da capacidade de organização estruturada que o 4 lhe pode promover, para assim conseguir por em pôr em prática tudo aquilo que criou. O 4, pode, no entanto, irritar um pouco o 1, pois é mais ponderado e cauteloso, e o 1 mais ousado. Já o 1 pode irritar o 4 dado que é mais impulsivo e não conhece a energia da paciência.

Quando o 1 encontra com um 5

Pode ser um cruzamento que dê fogo, já que são ambos rápidos. Pouco pacientes e criativos. Ambos versáteis e dinâmicos são efetivamente muito semelhantes, sendo-lhes por isso, muito fácil conviverem, porque sem compreendem mutuamente, no que toca à liberdade e aventura na busca de novas oportunidades. Em desequilíbrio, a impaciência que ambos possuem pode causar uma certa desarmonia.


Quando o 1 encontra com um 6

Esta combinação pode não ser a mais fácil do mundo, já que ambos funcionam com energias completamente opostas. Enquanto o 1 é mais individualista, o 6 é mais preocupado em ajudar o outro. Logo torna por aí a relação difícil. Pelo que o 1, pode ficar mesmo impaciente com a preocupação trazida pelo 6, por outro lado, o 6, não gosta do lado individualista do 1, achando-o frio e distante, e nalguns casos, arrogante. Caso não consigam compreender a natureza um do outro, esta relação pode não ser a melhor.


Quando o 1 encontra com o 7

São ambos muito semelhantes, pois ambos têm preferência pelo afastamento e pela independência. Logo, compreendem-se na perfeição. O 7 tem conhecimento, pois investiga e tem gosto por aprofundar conhecimentos, ao passo que o 1 gosta de inovar em novas coisas, logo, enquanto o 7 pesquisa e investiga, a 1 recria e coloca originalidade. Em desequilíbrio, podem manter-se tão frios e distantes que acabem mesmo por trabalhar cada um para seu lado, sozinhos, até porque nenhum dos dois é paciente, logo, podem entrar em conflitos.


Quando o 1 encontra um 8


Nem sempre uma dupla boa, dado que ambos têm tendência para tomar decisões por si. Até porque é precisamente isso que os pode fazer entrar em conflito. Pelo que devem procurar chegar a acordo, para que se possam dar bem, caso contrário podem mesmo acabar por desentender-se seriamente. Têm ambos uma personalidade muito forte.


Quando o 1 encontra um 9


Pode resultar numa boa dupla, sendo que o 1 é criador e original, e o 9, é munido de uma vasta compreensão da condição humana e da vida em geral. Pelo que poderão ajudar-se mutuamente, o 1 necessita da sabedoria do 9 para criar melhores coisas, já o 9 bebe um pouco da habilidade de criar do 1.
Em desequilíbrio, ambos podem ser demasiado egoístas acabando por ir cada um para seu lado.


Quando um 2 encontra com outro 2

Uma vez que tendem a compreender-se bem, podem resultar bem enquanto dupla, já que ambos são munidos de sentido de colaboração e ambos se preocupam com os outros em geral. Mas são apenas isso, cooperantes, já que a energia do 2 não é muito criativa nem dinâmica. No entanto será uma dupla sensata. Em desequilíbrio ambos podem ser hipócritas, falsos e completamente desinteressados, levando-os a não cooperar e a serem insensíveis ao que se passa ao seu redor.


Quando um 2 encontra com um 3

Tende a ser também uma boa relação, já que o 2 colabora e tem tato diplomático, já o 3 gosta de conviver de forma alegre e é também criativo logo, tendem a ser uma dupla fácil de ser gostada pelos outros. em desequilíbrio, o 2 pode ferir-se com a frontalidade do 3.


Quando o 2 encontra com um 4

Outra dupla que liga bem é esta. Enquanto o 2 traz harmonia e compreensão, o 4 traz estrutura e firmeza à relação de ambos. Ambos ligam bem porque são ambos equilibrados e por norma calmos e ponderados. Nem pretendem competir.
Em desequilíbrio, ambos podem amuar com determinadas coisas, acabando por gerar um muro de silêncio entre ambos o que dificulta a relação.

Quando um 2 encontra com um 5


Pode ser uma combinação menos fácil pois pertencem ambos a polaridades opostas. O 2 é calmo e tenta harmonizar tudo, o 2 aceita melhor as coisas que o 5 que é mais insatisfeito. Logo, o 5 acaba por chocar com o 2 por esse motivo, achando o 2 pouco sincero e pouco seguro. Já o 2 choca com a impulsividade, inquietude e insatisfação do 5.


Quando um 2 encontra com um 6


É uma relação fácil dado que ambos se preocupam com os demais e gostam de cuidar e ver as pessoas me paz e felizes, não devem viver unicamente para os outros esquecendo-se de si mesmos.
Em desequilíbrio, ambos podem tornar-se inseguros e podem magoar-se com facilidade, adotando posturas menos benéficas para ambos.

Quando um 2 encontra com um 7

O 2 gosta de harmonia e de paz, já o 7 gosta de silêncio e de ter o seu espaço, logo, podem ambos querer o silêncio. Pode não ser uma dupla fácil, pois o silêncio em excesso também não lhes traz comunicação suficiente. Podem por outro lado, podem cair em extrema sensibilidade, já que o 7 é frontal e pode facilmente magoar o 2, já o 2, ao seu jeito diplomático pode dizer algo que o 7 não goste de escutar.
Em equilíbrio, o 2 coopera e o 7 traz conhecimento, logo podem fazer uma boa dupla.


Quando um 2 encontra com um 8


Esta relação depende um pouco da força que o 2 tem. Se o 2 for mais forte e confiante, pode resultar muito bem, pois o 8 traz precisamente dinamismo e força à sua vida, até porque o 8 tem em si a capacidade de materializar. O 2 enquanto ser harmonioso que é apoia o 8, mas nunca conseguirá ser líder do 8.
O 8 tende a ser muito forte e o 2, se não for forte, poderá ser completamente “apagado” pelo 8.


Quando um 2 encontra com um 9

A compreensão que ambos possuem acerca da condição humana faz dos dois uma excelente dupla, pois ambos possuem conhecimento e sensibilidade acerca do mundo. Em desequilíbrio a relação pode ser mais difícil, já que o 9 se pode tornar mais egoísta fazendo com que o 2 se magoe. Já o 2 pode sentir-se desinteressado fazendo com que o 9 se sinta sem ambição ou sem rumo, adotando uma postura mais pessimista.


Quando um 3 encontra com outro 3


É uma dupla fantástica já que são ambos iguais, logo podem funcionar muito bem. São ambos criativos, alegres e ambos adoram conviver, pelo que alegria não faltará. Mas, por outro lado, são ambos desconcentrados, andam mais no mundo da lua, pelo que devem aprender a desenvolver um foco, e a materializar ideias. Em desequilíbrio, são ambos muito emotivos e frontais, levando-os a explodir facilmente acabando por gerar conflitos.


Quando um 3 encontra com um 4


Pode ser uma relação mais difícil já que o 3 gosta da vida social e de festa, já o 4 tem gosto pelo dever e pela estrutura, e pelo trabalho. Logo, pode gerar um conflito entre ambos, até porque, o 3, tende a gastar mais do que o que tem, já o 4, tende por vezes até a ser muito poupado. O que gera conflitos. (no caso de um casal). Deverá haver um esforço de ambos para que se entendam pelo melhor.


Quando um 3 encontra com um 5


Acabam por estar ambos em harmonia, já que ambos gostam praticamente das mesmas coisas, no que toca à diversão. Além do mais, ambos se tocam no ponto da originalidade, criatividade e na impulsividade também um pouco, pelo que ambos acabam por ser semelhantes.
Vivem cada momento como se fosse único e último, o que nem sempre os leva à solidez, pelo que devem desenvolver disciplina. em desequilíbrio a impulsividade de ambos pode voltar-se contra eles.


Quando um 3 encontra com um 6


Ambos se ligam pela vida social, mas o 3 é mais festivaleiro, já o 6 mais solidário, porém, apesar de diferentes nesse aspeto, têm facilidade em travar conhecimentos novos. Devem nutrir a sua relação, pois (no caso de um casal) têm tendência a dispersarem. O 3 dispersa muito, já o 6 acomoda-se. Em desequilíbrio, ambos podem adotar posturas mais pessimistas da vida, coisa que não os ajuda.


Quando um 3 encontra com um 7


Não é a relação mais fácil do mundo, já que o 3 gosta é de festa, e de conviver, e o 7, por seu lado, prefere o silêncio e a calma. Caso respeitem o espaço um do outro, o 3 acaba por espevitar o 7 e o 7 por trazer calma ao 3. Caso contrário a convivência pode ser menos fácil. Têm ambos tendência para a não materialização das coisas, o 3 por ser mais aéreo, já o 7 por se isolar demais.


Quando um 3 encontra com um 8


O 3 como ser criativo que é, poderá dar brilhantes ideias ao 8, e este poderá ajudar o 3 com a sua capacidade de concretização. E caso se foquem nisso, poderão ter sucesso. Em desequilíbrio, ambos detestam ordens, pelo que pode tornar a convivência difícil.


Quando um 3 encontra com um 9


Ambos têm muitas ideias e são criativos, por isso as suas capacidades combinam na perfeição. Porém, como ambos estão mais descentrados da terra, acabam por nem sempre conseguir concretizar muito. Em desequilíbrio, ambos são muito dramáticos, o que os pode levar facilmente a fazer uma tempestade num copo de água.


Quando um 4 encontra com outro 4


Ambos necessitam de ter estrutura, pelo que são ambos trabalhadores, organizados e construtores, logo, isso faz deles, uma boa dupla, porque ambos se voltam para o mesmo sentido. No entanto, tendem a auto-limitar-se o que pode constituir um entrave. Por outro lado, são ambos bastante ponderados e não gostam de arriscar. Em desequilíbrio, ambos são muito teimosos e dificilmente dão o braço a torcer, logo, isso pode trazer uma convivência difícil.


Quando o 4 encontra com um 5


São ambos de mundos opostos, logo, esta combinação não é de todo a mais fácil. O 4 possui um sentido de dever e de trabalho muito acentuado, é prático, procura segurança e gere bem o dinheiro. Já o 5 não se preocupa muito com os deveres, vive de forma mais leviana e impulsiva, gosta de mudanças, contrariamente ao 4, e também, contrariamente ao 4 adora liberdade, e poucas rotinas. Para que ambos se entendam pelo melhor será necessário que o 4 consiga encontrar no 4 a estabilidade e segurança que lhe faz falta, e o 4 a liberdade e frescura do 5. Caso contrário acabam por chocar pela sua diferença significativa.


Quando um 4 encontra com um 6


O 6, necessita de equilíbrio, trazido pelo 4. Já o 4 é seguro, acabam por se compreender. Por outro lado, o lado mais sensível do 6 acaba por atenuar a rigidez do 4. Já o 4 traz equilíbrio ao confuso 6. Em desequilíbrio, podem ambos acomodar-se, o 6 adiando as coisas, deixado andar, e o 4 autolimitando-se.


Quando um 4 encontra com um 7

Sendo que o 4 vive para concretizar e o 7 para investigar, podem formar uma boa dupla. Um investiga, o outro faz. Até porque o 7 acaba por ter uma capacidade de análise muito forte, e isso aliado á capacidade que o 4 tem para dar importância a pormenores é fantástico no que toca a realizarem algo juntos.
Em desequilíbrio, a inflexibilidade do 4 pode ser alvo de criticas por parte do 7. Já o 7 pode stressar facilmente com a rigidez do 4, pois este não gosta de fazer algo sob pressão.


Quando um 4 encontra com um 8

Normalmente resultam bastante bem. O 8 acaba por ter uma visão mais abrangente das coisas, até porque tem talento para o negócio, já o 4 é mais voltado para os pormenores. Ou seja, o 4 consegue pôr tudo o que o 8 idealiza em prática, de forma extremamente segura, pois o 4 pensa muito antes de agir. Em desequilíbrio ambos podem ser gananciosos, o que só pode estragar a relação.


Quando um 4 encontra com um 9

Enquanto o 9 é completamente desapegado da matéria e mais voltado para o amor universal, o 4 é mais voltado mara a matéria e para as coisas mais físicas, logo, esta dupla pode não ser fácil. O 9 tende a não ser poupado, até porque gosta é de doar, por vezes retirando de si. o 4 é bastante poupado e pode ser considerado materialista pelo 9. No entanto, caso se proponham a tal, o 4 pode aproveitar a visão que o 9 tem do mundo, para construir algo.


Quando um 5 encontra com outro 5


Esta dupla, pode não ser nada fácil, mas pode ser produtiva ao mesmo tempo.
Ambos são impulsivos, instáveis e insatisfeitos, logo, podem fartar-se depressa um do outro, mas ambos são curiosos e inteligentes, e querem sempre mudanças e transformação, por isso o fator surpresa acaba por poder funcionar bem, caso se proponham a tal. No caso de relações entre casal, pode ser difícil a conivência, pois ambos têm na liberdade uma prioridade, fazendo com que a relação seja mais sexual que sentimental.


Quando um 5 encontra com um 6

Uma dupla um pouco improvável. O 6 necessita de equilíbrio e harmonia, exatamente o oposto do 5, que quer é liberdade e aventuras. Em casos de casais. O 6 que necessita de estabilidade irá perdê-la com o 5, acabando por se tornar ciumento, pois o 5 com o seu espirito aventureiro não dá segurança ao 6 que é também inseguro. Por outro lado, o 6 adora beleza, logo pode dar um toque especial às ideias do 5, e por sua vez o 6 poderá ver a vida sob um ponto de vista mais aventureiro.

Quando um 5 encontra com um 7

Outra dupla que pode não resultar bem. O 7 necessita de silêncio e gosta que respeitem o seu espaço, já o 5, é um reboliço aos olhos do 7. No entanto, o 5, como é bastante divertido, acaba de certa forma por animar o pacato 7, ao passo que o 7 pode ensinar o 5 a acalmar toda aquela sua energia esgotante. Havendo compreensão das suas diferenças, poderão resultar bem. Por outro lado, a capacidade mental do 7, em conjunto com a criatividade do 5 pode ser muito vantajosa para ambos.



Quando um 5 encontra com um 8
Ambos necessitam de estar sempre em movimento, embora em formas diferentes. O 5 adora mudanças e arriscar em nocas coisas, o 8 necessita de ter sempre projetos. Ao passo que o 8 gosta de criar e construir projetos, o 5, como é também criativo e transformador, dá mais ênfase ainda à parte criativa do 8, ao mesmo tempo o 8 acaba por trazer o 5 um pouco à terra, ensinando-lhe bases para que este possa concretizar algo. Logo, a dupla tende a ser muito dinâmica. Em desequilíbrio, podem entusiasmar-se de tal forma que acabem por impacientar-se, gerando mesmo conflitos.

Quando um 5 encontra um 9

O 9 como ser que tem sabedoria interior, acaba por gostar imenso da versatilidade, do entusiasmo e do dinamismo do 5. Já o 5 aprecia a capacidade de fazer parte que o 9 tem, até porque o 5 adapta-se muito bem às situações novas. Já o 9 deixa-se levar pela imaginação do 5. O 5 é também curioso e bastante ágil, e vai interessar-se espontaneamente pelos conhecimentos trazidos pelo 9. Já o 9 acaba por dar bases ao 5 para criar ainda mais, mas, melhor, sem ser tão aéreo. Em desequilíbrio a impulsividade e irresponsabilidade do 5 podem desiludir o 9, já o 5 pode aborrecer-se com o pessimismo do 9.

Quando um 6 encontra outro 6

É uma dupla harmoniosa que promove amor e gosto por cuidar, porém, tende a não evoluir, pois são muito semelhantes, logo podem entregar-se ao comodismo, e não avançarem. Ambos têm gosto pela estabilidade, e pela calma, optam sempre pela paz, muitas vezes não dizem as coisas, só para não magoar os outros. no caso de um casal, a convivência é agradável, porém não existirá criatividade para evoluir. Em desequilíbrio, ambos tendem a adotar posturas de vítima, logo, tonará convivências difíceis, pois ambos vão querer ter a sua razão.


Quando um 6 encontra um 7

Não é fácil esta dupla, pois o 6 é dedicado aos outros e rege-se mais pelas emoções, já o 7, é mais mentar e mais distante dos outros. o que pode levar à não convivência sequer, já que são de mundos muito opostos e com valores muito distintos, logo, a compreensão mútua iria ser quase nula. Para entrarem em harmonia, terão de respeitar o espaço um do outro e aceitar a natureza de casa um.

Quando um 6 encontra um 8

O 8 como ser ligado á matéria que é, tende a ser um idealista eternamente construtor, que necessita de ter sempre projetos para se sentir realizado, como trabalhador que é, necessita de apoio e estabilidade para que possa sentir-se apoiado e feliz também, logo, essa estabilidade pode ser-lhe trazida pelo 6 que lhe traz apoio emocional. Em casos de casais, o 8 seria o membro que trabalha e ganha o dinheiro, e o 6, o que fica em casa de apoio à família. Em desequilíbrio, o 8 pode adotar uma postura mais dominante, trazendo à tona o lado mais inseguro do 6.

Quando um 6 encontra um 9

Ambos se interessam pelos outros, por servir, no fundo, pelo que ambos se regem pelos mesmos valores. Sendo que o 9 acaba por ser mais abrangente no seu amor incondicional que o 6, porém, são semelhantes. Porém claro, de tão focados que tendem a estar nos outros, acabam por se descurar a eles mesmos, levando a que não criem bases para si. em desequilíbrio, o pessimismo pode afetar ambos, já que acabam por adotar posturas mais descrentes, quer para eles mesmos, quer para os outros.


Quando um 7 encontra outro 7

Ambos se regem pelos mesmos valores e padrões, o que nem sempre se verifica um benefício. Mas, são ambos intuitivos, e muito mentais, inteligentes observadores e ambos apreciam o respeito pelo seu espaço. Ora, nalguns casos, dada a sua intuição, as palavras acabam por não fazer parte da sua relação, já que se entendem tão bem. Por outro lado, uma vez que ambos apreciam silêncio, também não serão os melhores anfitriões de festas. Porém, uma vez que ambos adoram aprofunda conhecimentos, poderão crescer um com o outro nesse campo. Em desequilíbrio, ambos poderão encontrar na critica um ponto para ferir o outro, assim como também são ambos frios e com tendência para o cinismo.

Quando um 7 encontra um 8

Ambos possuem capacidades mentais, logo isso será um ponto a favor. Mas o campo mental especifico onde cada um vive é diferente. O 7, é mais mental ao nível do estudo. O 8, é mental, mas mais voltado para a prática. Mas, o 7, é por normal mais calmo, e pode aparentar inércia perante o 8, já o 7, pode impacientar-se com a necessidade de movimento do 8. O 8, como é mais ligado à matéria, pode sentir que cai tudo em cima de si, pois o 7 não é nada ligado à matéria e deixa isso para que tem realmente talento. O que claro, pode gerar conflitos, pois o trabalho todo para o mesmo não dá bom resultado. Porém, caso consigam colocar as suas capacidades mentais num sentido único, serão bem-sucedidos.

Quando um 7 encontra um 9

São ambos intuitivos e ambos têm uma vasta sabedoria interior que os leva a compreender melhor o mundo e a vida em geral, logo, têm ambos mentes muito abertas para tudo o que lhes possa surgir. Assim, podem criar afinidade precisamente por isso, pelos seus mundos serem tão parecidos. O 7 é curioso e adora explorar conhecimentos, e o 9 traz-lhe mais sabedoria ainda ao seu já vasto mundo. Por outro lado, o 7 traz o conhecimento mais concreto, que aprofunda ainda mais a sabedoria do 9. Em desequilíbrio podem ser ambos muito críticos, e por vezes até vingativos.

Quando um 8 encontra outro 8

É uma dupla forte, quer para o lado construtivo quer para o destrutivo. Caso não estejam em pela sintonia, poderão mesmo vir a destruir-se mutuamente, pois pretendem ambos o mesmo. A liderança. Se trabalharem ambos em função do progresso, nada os deterá, porém, caso se encontrem ambos em posições competitivas, poderá ser mais delicado, já que ambos gostam de prestígio. No entanto, caso se compreendam, acabam por saber colaborar um com o outro.


Quando um 8 encontra um 9

Não é uma dupla problemática, pois o 8, é ligado à matéria e a criar, e o 9 completamente desprendido da matéria e não liga nenhuma a isso, logo, podem ajudar-se. O 8 traz capacidade prática ao 9, e o 9, traz conhecimentos e integra o 8 na sociedade. Acabando por gerar dinamismo entre ambos não deixando a relação apagar. Em desequilíbrio podem chocar pelos mundos opostos, ou seja, o 8 pela sua competitividade e ambição pode chocar o 9 que é desapegado, já o 9, pode deixar o 8 irritado pela sua pouca preocupação pelos aspetos materiais.

Quando um 9 encontra outro 9

É uma dupla maravilhosa dado que ambos vivem em realidades iguais, logo, não só se compreendem bem, como se complementam. São ambos ligados à universalidade e ao amor incondicional, assim acabam por viver para os outros e para a ajuda ao próximo. Completamente desapegados. Uma vez que são também intuitivos, a sua parceria poderá ser ainda mais forte e poderosa. Por outro lado, são também perspicazes, e esforçados, pelo que poderão chegar muito longe. Em desequilíbrio, poderão desanimar um pouco perdendo a força, mas como são otimistas resolvem tudo pelo melhor.

4 comentários:

  1. Por acaso aproveitei para espreitar o meu e o do meu homem!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  2. Não acredito muito nessas coisas...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Isabel. :)
      Cada um é livre de acreditar no que gosta. Já imaginou se gostássemos todos do mesmo? :)
      No entanto, Isabel sugiro-lhe, caso queira, que visite o meu
      blog, http://omisteriodosnumeros.blogs.sapo.pt
      Por lá existe alguma informação que talvez goste :)
      Obrigada e bom fim de semana para si :)

      Eliminar

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Inicia sessão e carrega no botão "NOTIFICAR-ME" para receberes no e-mail futuros comentários incluindo a minha resposta.

A qualquer momento, podes deixar se seguir se assim o entenderes ;)