Opinião: Memórias de um Caçador de Vampiros - Ardo Antas

PODE CONTER SPOLEIR's


Sinopse:
"Numa época de luzes em que os seres sobrenaturais são pouco mais do que personagens de ficção para os que nunca com eles se cruzaram, um estranho símbolo foi visto gravado numa Harley Davidson. O símbolo de um grupo de pessoas que declarou guerra a um dos mais antigos mitos da civilização: as criaturas com dentes de sabre e olhar a sangrar, popularmente conhecidos como "vampiros". Mas afinal, o que são eles? De onde vêem? Quais as suas origens? Quais os seus intentos? E, sobretudo, como se combatem? Rick Chambers sabe responder a esta última questão e, quanto às outras, tem fortes suspeitas que partilha nos seus diários de caçador de vampiros. Mas quem é, na verdade, o homem de calças de ganga e botas de cowboy que se desloca numa Harley Davidson em diversos locais com acontecimentos inexplicáveis? O que sabe ele que as restantes pessoas parecem ignorar? Aqui fica a sua visão original do mundo e de duas das espécies que o habitam."


Pelo título, esperava algo diferente, não melhor nem pior. Não fiquei desiludida embora note algumas falhas, especialmente no último capítulo que parece ter sido mais apressadamente escrito.

Para quem gosta de seres super naturais, mitologias e lendas, recomendo totalmente este livro, especialmente porque sai fora do comum, e interliga várias lendas e personagens.

Como era esperado, são nos contadas várias aventuras deste caçador de vampiros, onde são referidas personagens como Blody Mary, as lendas celtas e egipsias, vários tipos de vampiros (o seu medo em relação às cruzes, sol, alho), os druidas, irmandades, descobertas portuguesas, espanhóis, por aí...

A falta de coerência no livro foca-se na falta de explicações cientificas. Há quem goste deste tipo de livro mas com características realistas (eu) e não demasiada fantasia. Aqui, algumas vezes, a fantasia supera a realidade. Não é apresentada uma relação lógica do medo dos vampiros por cruzes ou qualquer elemento relativo a crenças religiosas, o facto de não morderem ninguém banhado em alho, e o facto de alguns puderem criar outros da sua espécie, os nado-vampiros, sendo que os mesmos podem andar ao sol, ficando apenas com os poderes diminuídos e os vampiros comuns, serem destruídos à luz do mesmo.

Ao contrário dos romances, que tanto se tornaram comuns, este livro mostra os sugadores como personagens de personalidade fria, desprovida de uma total consciência, deixando-se levar pelos impulsos de sangue, pela destruição e pelo prazer de matar. Estas personagens são referidas com desprezo e ódio por parte deste caçador, algo que precisa de ser exterminado do mundo, e é isso que ele procura fazer, especialmente quando há cidades inteiras aterrorizadas pelos mesmos e famílias destruídas.

É também abordada a teoria do Cosmos e a superioridade entre das espécies, porque é que existem várias e o que é que faz o ser humano diferente. Porque é que Rick caça o seu predador ao contrário das outras espécies que fogem do seu predador? O coelho foge da raposa e não a tenta exterminar... Etc. Enfim, tem abordagens interessantes e só me desiludi mesmo no último capitulo porque, para mim, não ficou bem explicito. Não consigo explicar o porquê sem ter de referir grande parte da estória e prefiro não o fazer para não influenciar a vossa opinião e porque assim lêem com entusiasmo sem saber precisamente o que vai acontecer.

Um aspeto bastante importante que foi totalmente significativo para mim, foi o facto de em cada capitulo ser uma mini-estória diferente. Isso não me fez fartar do livro, pelo contrário, fez-me continuar a querer ler mais. Cada capitulo é uma aventura de Rick, o caçador, uma vez com Blody Mary outra com uma irmandade...

Por outro lado, existe um grande aspeto negativo. É tudo passado nos EUA e o autor decidiu por bem, deixar algumas frases e referências em inglês. Percebo, mas na minha opinião errou. Se eu não fosse entendedora da língua, não iria compreender mas, para quem pouco ou nada sabe, atrapalha, embora seja um nível de inglês bastante básico.

Sendo um autor português, resta-me constatar que fez um belo trabalho e que fiquei ansiosa para uma continuação do livro e quem sabe, um pouco mais de romance, uma Sra. Chambers, também ela caçadora para atrofiar a vida a Rick.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pela tua dúvida, sugestão ou opinião.
Inicia sessão e carrega no botão "NOTIFICAR-ME" para receberes no e-mail futuros comentários incluindo a minha resposta.

A qualquer momento, podes deixar se seguir se assim o entenderes ;)