Em Busca dos Borboletas II - opinião

Depois de ter escrito a minha opinião sobre o primeiro volume de "Em Busca dos Borboletas", trago-vos a minha opinião sobre o segundo e último volume.
Como já vos referi, este livro foi-me enviado pela Chiado Editora que publicou este livro da autora Margarida Pizzaro.

Sinopse: "Maria vivia a história de amor por que sempre sonhou, até o passado de Dale assombrar as suas vidas e a fazer entrar num pesadelo.
Será que o amor deles é forte o suficiente para ultrapassar os perigos que o passado dos Sloan pode trazer para as suas vidas? Será que esse amor conseguirá transpor as barreiras criadas por esses acontecimentos.
As dúvidas espalham-se e fazem-na pensar se realmente a sua história com Dale está predestinada a acontecer.
Um conto de fadas dos tempos modernos, que nos faz pensar se até mesmo o amor verdadeiro resiste a tudo.
Um maravilhoso e viciante romance que nos faz sonhar."

Já devem ter percebido que é uma continuação do primeiro volume e começa exatamente onde este acabou, fazendo com que o leitor tenha a mesma sensação que tinha tido. O final do primeiro volume é bastante forte e desperta a curiosidade pelo que se lerem os dois de seguida, fará todo o sentido do mundo sem grandes "saltos".
Quanto ao enredo em si, gostei mais deste sendo que no fim, achei que já estava a encher linhas por encher e que alguns acontecimentos tiveram esse mesmo objetivo. Algumas partes, que na minha opinião deviam ter mais foco, não tiveram tanta atenção.

As referências musicais continuam a ser usadas o que eu até acho bastante interessante e enriquecedor (quando não é demais) e torna mais fácil de imaginar e perceber o ambiente. Por outro lado, as referências politicas são mais tidas em consideração de uma maneira muito bem utilizada, sem massacrar e sem tornar pesado demais. Eu confesso, não gosto nem um pouco de politica mas não me senti aborrecida ao ler essas partes. As conjugações estão bem feitas. Existe o romance, a politica, a música e como não podia deixar de ser, a moda! Tudo muito bem equilibrado.

Ao contrário do primeiro livro, a estória já se torna mais real, já existem mais obstáculos entre este amor dos contos de fada e isso para mim é muito benéfico porque torna tudo mais interessante, com  mais ação e drama. Claro que se nota que a escritora ainda não tem muita experiência e que certos detalhes poderiam ser mais desenvolvidos mas é um livro simples e bonito de se ler.

As personagens são todas de encantar e mesmo as que odiamos, conseguimos acabar por gostar e vê-se bem que todas as pessoas têm qualidades e defeitos, basta ver os dois ângulos. Isso acaba por ser uma lição a retirar para a vida.

Vê-se também a evolução de Maria, a tornar-se uma mulher responsável e lutadora pelos seus sonhos que nos prova que nada é impossível, assim como Dale que é aquele homem que nós todas queremos ter, né?

Embora tudo se passe nas Américas, Portugal é referido sempre com tanto carinho, Guimarães e as famílias portuguesas. Adorei essas referências e acho que são de valorizar. Espero que o livro seja traduzido para outras línguas e que deste modo, se divulgue o que é nosso, a escritora e também este carinho português.

Por fim, quero falar um pouco sobre o aspeto visual que também conta. Achei a capa interessante mas de facto, a do segundo volume poderia ser mais diferente da do primeiro. A capa do primeiro é bastante atraente, com o fundo mais azulado enquanto que esta é mais acinzentado. À semelhança, do Volume I, traz um marcador igual mas que é maior e sai do livro, é preciso ter cuidado para não dobrar.

Notei alguns erros de impressão em algumas páginas, como tinta borrada e isso distorcia as letras dificultando a leitura mas, erros acontecem a todas as horas e também estavam presentes alguns erros de pontuação (falta de espaçamento a seguir ao ponto final).

Para concluir, acho que a leitura é bastante fácil, simples e muito bonita, que vale a pena ler para sonhar um pouco e acreditar que alguns sonhos podem ser realizáveis. Embora se note que certos aspetos podem ser melhorados, Margarida Pizarro está a percorrer um bom caminho e é uma boa estória, bem pensada e articulada, é continuar!

Aproveito para divulgar que a marca Franco Vieira associou-se ao livro criando uma coleção de jóias exclusiva das quais eu já estou apaixonada e já estão na minha lista de desejos. Não sei quanto custam mas quem me quiser oferecer, recebe um monte de beijos, miminhos e sei lá eu mais o quê, só sei que explodia de felicidade! Ehehe... adorei o livro e adoro borboletas, esse anel ficava mesmo bem no meu dedo, ou os brincos nas minhas orelhas...



4 comentários:

  1. Fiquei curiosa com o livro, parece que iria preencher a minha alma sonhadora ahah!
    THE PINK ELEPHANT SHOE | FACEBOOK | YOUTUBE CHANNEL |

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim ia! Tenho a certeza :P
      Lê-o e depois confirma ;) Acho que vais gostar muito.
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Lixo puro, senhora. E o seu texto também.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostos são gostos. Eu não venho para aqui ofender o senhor pela sua má educação em vir-me ofender e poderia chamá-lo a si de lixo, no entanto, não o vou fazer. Gostos são gostos e é preciso haver RESPEITO. E já pensou, se calhar a autora ganha mais do que o sr com o "lixo" que faz?
      Obrigada

      Eliminar

Não te esqueças de CARREGAR no botão "NOTIFICAR-ME" para saberes sempre quando te respondo!

Respondo aqui mesmo, debaixo do teu comentário.
Obrigada :D